Faça a DIFERENÇA
deixe seu LEGADO
invista com PROPÓSITO

NTICS Notes > Construção de governança corporativa e cultura ESG

Construção de governança corporativa e cultura ESG

Sustentabilidade não é mais só medir e controlar seus impactos, é organização de processos e gestão da governança completa. Entenda como aplicar a cultura ESG na sua empresa e a importância da construção de governança corporativa.

Três letras estão mudando o mercado e se fazem conceitos cada vez mais essenciais para empresas que desejam ser perenes e se destacarem à longo prazo. O termo ESG (Environment, Social and Governance) representa os pilares básicos da sustentabilidade e sintetiza critérios de conduta das empresas em áreas que investidores e consumidores levam em consideração: ambiental, social e governança.

Gigantes do mercado, como a maior empresa de ativos no mundo: BlackRock, a Associação Alemã de Fundos BVI Clean Energy Wire e a XP Investimentos no Brasil, tomaram iniciativas em direção à cultura e práticas de ESG.

A multinacional americana BlackRock opera combinando investimentos tradicionais com idéias ambientais, sociais e relacionadas à governança (ESG) para melhorar os resultados a longo prazo. A visão da BlackRock se baseia em: “Empresas com perfis fortes em questões materiais de sustentabilidade têm potencial para superar concorrentes que não fazem o mesmo. Em particular, acreditamos que as empresas gerenciadas com foco na sustentabilidade devem estar mais bem posicionadas em comparação com concorrentes e preparadas ​​para enfrentar condições adversas, enquanto ainda se beneficiam de ambientes positivos de mercado.” 


De 2014 para 2019 o volume de ativos gerenciados em fundos de sustentabilidade na Alemanha dobrou de 15 para mais de 30 bilhões de euros segundo Frank Bock, porta-voz da Clean Energy Wire. A parcela de fundos gerenciados sob critérios de sustentabilidade, que medem o impacto das atividades financeiras nos aspectos ambiental, social e de governança (ESG), representava cerca de 3% do volume total de fundos de varejo no final de 2019, ganhando até 4 bilhões euros em volume por ano.


Já no Brasil, em junho de 2020, a XP Investimentos lançou o primeiro fundo ESG que investe em empresas com boas práticas de impacto social e ambiental. A corretora lançou esse mês (julho) um segundo fundo com aplicação de R$ 100 milhões para estimular o mercado ESG, o Selection ESG.

Fatores ambientais e sociais são um pouco mais compreendidos por empresas, porém o pilar da Governança ainda pode parecer “nebuloso” e deve ser implementado para a transformação do negócio em uma empresa sustentável. O que significa um negócio sustentável e por que a governança se faz tão importante? Uma empresa é caracterizada como sustentável quando contempla todos os stakeholders e não leva o lucro líquido apenas para os acionistas, pensando também no cliente, fornecedor, nos funcionários e na comunidade que está no entorno, ou seja, em toda a cadeia a qual faz parte. 

 

Governança corporativa nada mais é que o sistema que norteia empresas e organizações, por meio de monitoramento, implementação de processos e transparência, facilitando o acesso a recursos e contribuindo para a longevidade da empresa. São 04 princípios básicos que permeiam as práticas de governança corporativa:

    • Transparência: Disponibilizar informações para todas as partes interessadas compartilhando também dados, políticas e valores que não são obrigatórios por leis ou regulamentos. Contemplar todos os fatores que norteiam a ação gerencial, não só o desempenho econômico, mas também processos que preservem e otimizem a empresa.
    • Equidade: Tratamento justo, ético e igualitário de todos os stakeholders considerando os seus direitos, interesses, necessidades e expectativas.
    • Prestação de contas (accountability): Cargos de governança devem prestar contas de tudo que ocorre dentro da organização e de sua atuação de modo claro e organizado, assumindo responsabilidades e consequências e cumprindo metas (KPIs) do negócio.
    • Responsabilidade corporativa: Cargo de governança devem administrar a viabilidade financeira do negócio, diminuindo externalidades negativas para a operação aumentando o lucro e mapeando o mercado à longo prazo.

COMO A NTICS PROJETOS ESTÁ ENVOLVIDA COM ESG E PRINCIPALMENTE GOVERNANÇA

A NTICS tem a cultura ESG como norteadora de todas as atividades e processos. Desde 2017 contribui para o pilar ambiental compensando o CO2 dos impactos de sua operação anualmente plantando a quantidade equivalente em árvores. Adere também à política “no paper” e “no plastic” não utilizando nada de papel ou materiais plásticos. Já o pilar social é um dos mais presentes dentro da empresa, uma vez que a àrea de Transformações que inclui todos os projetos que criamos e implementamos estão diretamente ligados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU e tem cunho social – acontecendo em instituições e escolas públicas e praças de cidades. 

Como já citado em outros artigos disponíveis no LinkedIn da NTICS Projetos, o Refúgio 343 e o apoio à Fundação Amazônia Sustentável (FAS) também são iniciativas diretamente ligadas aos pilares ambiental e social. Em nosso site é possível entender tudo sobre os compromissos empresariais e movimentos apoiados pela NTICS.

Já o pilar de governança corporativa está presente como mecanismo obrigatório para sustentar e organizar os processos, otimizando tempo e melhorando a produtividade e qualidade de tudo que acontece dentro da empresa. Além disso, os quatro princípios da governança citados acima fazem parte da essência e cultura da NTICS Projetos – trabalhamos sempre com transparência, equidade, prestando contas e com responsabilidade. Por fim, uma novo produto e unidade de negócios da empresa será lançado mês que vem nos EUA: uma consultoria 100% digital, com duração de 30 dias,  que transformar pequenas e médias empresas em negócios totalmente sustentáveis.

 

“Especialistas em tendência apontavam já nos últimos anos o aumento global de fundos de ESG, fico feliz em ver a pauta no centro das discussões de forma mais acelerada. Nas entregas da NTICS, tanto com os projetos como nas consultorias, deixamos de forma clara e transparente quais são os ODS aplicados e como cada cliente pode melhorar ou desenvolver seus índices ESG. Tangibilizar o tema de forma prática, essa também é nossa missão na captação de patrocínios e inovação dos projetos de  Responsabilidade Social.” Marília Verdugo Head de Inovação e Qualidade na NTICS Projetos

 

Implementar a cultura ESG em empresas passa a ser uma necessidade, não apenas uma opção. Vivemos na era da nova geração engajada com PROPÓSITO e TRANSFORMAÇÃO. Os dados e pesquisas globais estão apontando que tanto consumidores, quanto investidores, optam por empresas que trabalham com índices de sustentabilidade e processos transparentes.

Quer entender como construir governança corporativa e abraçar os três pilares da sustentabilidade? Fale conosco: Whatsapp ou e-mail: contato@ntics.com.br

Abrir chat
Precisa de ajuda?